O Novo Cordel de Lore #2: A história de Sepulchure

Olá a todos! Hoje, eu trago a vocês a segunda história do novo Cordel de Lore, que fala de ninguém menos que Sepulchure, o cavaleiro amaldiçoado que mete medo até no capiroto. Esta história será bem longa como a última, uma vez que o infame DoomKnight possui um histórico respeitável e rico. Então, sem mais enrolações, vamos nessa:


Aviso: Este post apresenta SPOILERS dos jogos: Dragonfable e AdventureQuest Worlds. Se vocês pretendem jogar e descobrir a história deste personagem por conta própria, interrompam a leitura agora mesmo. Entretanto, se vocês não se importam com isso (ou já sabem muito sobre este personagem), podem ler a vontade!

barra

Parte 1: A perdição do cavaleiro de coração puro

Valen

Valen Pulchure com cerca de 30 anos

Sepulchure, antes de se tornar o cavaleiro amaldiçoado que conhecemos, era um jovem espadachim, chamado Valen Pulchure, de talento invejável. Ele era tão bom com a espada que nunca tinha perdido um duelo, mesmo contra cavaleiros ditos mais habilidosos que ele. Ademais, pouco se sabe sobre seu passado como criança ou onde nasceu, mas sabe-se que Valen cresceu como um nobre valente e com uma boa vida. Ainda jovem, conheceu Alteon e Lynaria (seus dois melhores amigos), os quais se aventuraram com ele nas mais diversas situações. Além disso, Valen era reconhecido por qualquer um que o visse, pois todos o chamavam de ”Cavaleiro de coração puro” ou ”O cavaleiro que não conhecia a derrota”. Entretanto, devido a essa ”benção” de vitórias, Valen era muito orgulhoso e, portanto, sua maior fraqueza era justamente admitir perder uma batalha.

A armadura de Valen após a criação de Swordhaven


Após ajudar Alteon a derrubar Kingadent Slugwrath do poder, Valen aumenta ainda mais sua fama. Logo, quando o novo rei decide se casar com Lynaria, o cavaleiro de coração puro fica indignado e, secretamente, desafia Alteon para um duelo. No entanto, Valen perde a batalha e fica profundamente desolado, uma vez que, pela primeira vez, ele conhecia a derrota. Posteriormente, o casamento do Rei Alteon com Lynaria acontece, e Valen passa a residir no castelo de Swordhaven junto com os regentes. Entretanto, a rainha não amava apenas o rei, era evidente que tanto ela como Valen compartilhavam sentimentos amorosos, e por isso eles começaram a se relacionar escondidos.

Imagem relacionada

Valen colocando chifres em Alteon se relacionando com Lynaria, enquanto o rei dormia


Assim, a vida de Valen seguiu pacífica (e ousada) até o dia em que Dethrix, o campeão das trevas, sequestrou a rainha. Após isso, o Rei Alteon convoca seus cavaleiros para a missão de resgate, enquanto o cavaleiro de coração puro já se adiantava em tentar salvar Lynaria. Chegando em Necropolis, a cidade subterrânea, Valen enfrenta e derrota vários DoomKnights Overlord, que estavam a serviço de Dethrix, mostrando, assim, sua incrível força e habilidade. Todavia, quando Valen enfrenta o campeão das trevas, uma feroz batalha se inicia, resultando na derrota mortal do bravo espadachim. Desolado, com frio e prestes a morrer, Valen caía nos arredores da cidade dos mortos. Entretanto, sua agonia foi percebida e um sujeito misterioso apareceu, oferecendo duas coisas que driblariam a morte do cavaleiro, se tratavam da couraça de Doomknight e da Necrotic Sword of Doom, as quais o Misterioso Estranho prometia que realizariam o desejo de Valen. Sendo assim, o guerreiro vestiu a armadura e manejou a espada maldita, deixando as sombras o consumirem, transformando o amor em ódio, o medo em fome e, assim, o bom Valen deixava de existir e se transformava em um poderoso morto-vivo. A criatura encapuzada sussurrou seu novo nome: Sepulchure.

A transformação de Valen em Sepulchure (não aconteceu assim, mas essa é a melhor imagem para ilustrar o ocorrido)


Logo, Sepulchure voltava a desafiar Dethrix, porém a batalha foi rápida e este último foi vencido com extrema facilidade. Posteriormente, o novo Doomknight não apenas conquista o título de campeão das trevas, como também assume o controle de todo o exército (ou o que restava dele) de Necropolis, consolidando-se como o líder supremo dos mortos-vivos. Em seguida, Sepulchure, formalmente ainda chamado Valen, salva a rainha e a leva de volta para o castelo de Swordhaven.

Resultado de imagem para dragonfable sepulchure

O infame DoomKnight como nós conhecemos

Entretanto, tanto o Rei Alteon quanto a Rainha Lynaria sabiam que o preço pago por tudo isso tinha sido alto demais, uma vez que a mente, a alma e o corpo de Valen não eram mais os mesmos. Após um tempo, Sepulchure trai Alteon e dá uma de Lancelot e sequestra Lynaria para um local bem longe de Swordhaven, provavelmente Necropolis. Nesse lugar, Lynaria dá a luz a Gravelyn, porém a rainha não estava satisfeita com sua nova residência e nem mesmo com o estado do pai da criança. Enquanto isso, Sepulchure reunia vários vilões de Lore, como Drakath (o líder de um grupo de bandidos e ex-príncipe), Noxus (um estudioso necromante), Rainha Aisha (a regente dos elfos de gelo), Sek-Duat (o faraó imortal) e Xan (o piromântico louco), e criava a Shadowscythe, firmando-se, assim, Imperador do mal. Desse modo, o infame Doomknight planejava destruir o reino de Swordhaven e dominar toda Lore. Com o auxílio de Noxus, Sepulchure aprende mais sobre necromancia e cria um exército gigantesco, além de construir seu  próprio castelo em cima de um dragão esqueleto.

Resultado de imagem para shadowscythe symbol aqw

O emblema da Shadowscythe, que apresenta a forma do elmo de seu imperador. Tal símbolo é a representação máxima do mal em Lore, tão reconhecível como Valen era na época de cavaleiro honrado


Sepulchure e alguns de seus lacaios da Shadowscythe


Nessa época, Lynaria acreditava que o coração de Valen ainda era puro, ela o chamava pelo nome real, mas de nada adiantava, pois Sepulchure simplesmente ignorava tais súplicas. Certo dia, a rainha (formalmente imperatriz [contra a vontade dela] da Shadowscythe) decide libertar Valen da armadura maldita. Então, Lynaria conjura uma magia tão poderosa, tão radiante, que só a lendária campeã da luz poderia ter conjurado. No entanto, a couraça amaldiçoada de Sepulchure consegue resistir ao ataque mágico e desfere um golpe tão forte, que nem um mortal, nem mesmo a campeã da luz poderia ter sobrevivido. Assim, Sepulchure mergulhou ainda mais no ódio e, por recomendações de seu mestre, acabou concentrando-se na guerra contra Swordhaven e contra Alteon. Ainda aconselhado pelo Misterioso Estranho, Sepulchure descobriu que devia matar o shadowborn, pois, de acordo com o ser encapuzado, este seria o seu substituto planejado pelo senhores do plano das sombras. Contudo, após o Doomknight mandar mortos-vivos atacarem o vilarejo onde morava o shadowborn, ele descobre que seus lacaios falharam, visto que a criança tinha sido salva por Lady Celestia e pela ordem dos paladinos. Logo, o imperador ignora o garoto, considerando-o uma ameaça fútil, e continua sua busca por poder e destruição.

Resultado de imagem para artix kid dragonfable

O shadowborn (familiar, não é?)

barra

Parte 2: O auge e a decadência do imperador maligno

Imagem relacionada

A fortaleza do império Shadowscythe, localizada em Deadlands

Por quase duas décadas, Sepulchure procurou destruir Swordhaven e dominar a terra para aumentar os seus domínios, além de procurar obter vários meios para ficar mais poderoso, este último motivo era um mistério até então, tendo em vista que o Doomknight já era um dos seres mais fortes de Lore. Logo, o imperador ganha conhecimento sobre os oito orbes elementais, os quais iriam garantir o poder supremo tão almejado por ele, e interrompe sua guerra pessoal contra Alteon, mandando seus lacaios (Xan, Noxus, Drakath, etc) rumo a várias regiões de Lore para capturar as esferas do poder, o Doomknight ainda contava com espiões que estavam sempre próximos do (a) herói (ina), caso seus subordinados falhassem, mostrando-se, assim, um excelente estrategista.

Resultado de imagem para sepulchure with orbs

Os oito orbes elementais


Enquanto isso, por meio de profecias antigas, Sepulchure descobre a existência das caixas do dragão branco e negro, as quais continham ovos de dragão poderosos, o imperador não perde tempo e ordena que Drakath capture tais artefatos, interrompendo temporariamente sua busca pelos orbes. Logo, após uma curta jornada, o príncipe renegado consegue a caixa do dragão branco para o imperador, enquanto o (a) herói (na) de Dragonfable fica com a caixa do dragão negro. Durante o nascimento da criatura alada, Sepulchure percebe que o monstro é gay ”bonzinho” e então o transforma em um dragão esqueleto, nomeando-o Fluffy. Não muito tempo depois, o Doomknight adquire um amuleto do dragão e, com tal artefato, faz seu novo mascote crescer imensamente.

Resultado de imagem para white dragon box dragonfable

Drakath entregando a caixa de dragão branco para o imperador do mal (não, ele realmente não disse nada sobre refeição…)


Resultado de imagem para fluffy dragonfableResultado de imagem para fluffy dragonfable

Sepulchure transformando Fluffy em um dragão esqueleto


Fluffy após se transformar em um dragão adulto


Logo, após meses, Sepulchure, com ajuda de seus espiões e lacaios, consegue reunir quase todos  os orbs, porém para garantir que seus planos não seriam mais interrompidos, o imperador do mal vai, junto de seu exército, em direção à Falconreach. Assim, ele também ordena que seus espiões cuidem dos orbs restantes e envia Xan para uma missão importante.

Sepulchure consegue o Orbe de Gelo com a ajuda de Gary, o espião de Dragesvard que observava Galanoth e o (a) e herói (ina)


Resultado de imagem para final the 13th dragonfable

O exército da Shadowscythe rumando para Falconreach


Após chegar na cidade, o imperador manda seu exército atacar e uma batalha violenta se inicia entre os mortos-vivos e os guardiões e heróis de Falconreach. Enquanto isso, no castelo de Sepulchure, Grams (a velhinha dona do Pet shop) estava tentando escapar, uma vez que ela havia sido sequestrada pelo próprio Doomknight e substituída por uma falsa Grams (que era Sabrina, a estalajadeira espiã de Falconreach).

Resultado de imagem para grams dragonfable

Grams, a velha simpática de Falconreach


Grams preparando sua fuga com a ajuda dos seus mascotes

Tempos antes da fuga da velhinha, Sepulchure havia mandado Sabrina para a Darkness Realm, onde ela desapareceu para sempre, o imperador fez isso devido a falha da falsa Grams, já que ela tinha sido desmascarada pelo (a) herói (ina). Então, a verdadeira velhinha pede a ajuda de seus mascotes e consegue fugir com Gravelyn nas mãos, Grams também faz seus insetos atacarem o dragão esqueleto de Sepulchure, fazendo a criatura ruir por dentro. No entanto, o imperador percebe a fuga da velhinha, devido aos tremores do castelo, e a mata sem pensar duas vezes, conseguindo recuperar sua filha das mãos de Grams. Logo, o dragão esqueleto começa a cair e Sepulchure foge voando em Fluffy com Drakath e Gravelyn, o castelo e a besta são destruídos quando colidem na torre de Falconreach, matando vários inocentes.

O dracolich de Sepulchure cedendo aos insetos e prestes a colidir com a torre dos guardiões


A colisão do dracolich com a Torre dos Guardiões


Após isso, um exército de mortos-vivos sai dos estilhaços do castelo e a batalha fica ainda mais intensa, o (a) herói (ina) fica indignado (a) com a situação e convoca o próprio Sepulchure para um duelo, que aceita, mas derrota o (a) guerreiro (a) do bem com facilidade. Então, um bebê dragão vermelho aparece diante dos dois, se tratava do filho de Akriloth (que também possuía o mesmo nome do pai), ele havia sido trazido por Xan, que o roubou depois de matar Lady Celestia com o Akriloth (o pai) morto-vivo. Em seguida, Sepulchure convida o (a) herói (ina) e os sobreviventes do ataque de Falconreach para um ”espetáculo” em sua fortaleza na região de Deadlands, uma vez que seus espiões haviam reunido os orbes restantes e ele finalmente poderia criar o orbe supremo, que o daria plenos poderes.

Imagem relacionada

Sepulchure na luta contra o (a) herói (ina)


Resultado de imagem para sepulchure fortress

A fortaleza de Sepulchure por dentro

Chegando lá, o (a) herói (ina) de Falconreach lutam contra os espiões da Shadowscythe, um por um, até conseguirem subir as escadas e chegar no topo da fortaleza, e então o ritual de formação do orbe supremo se inicia. Quando o imperador estava prestes a obter o poder supremo, Drakath o trai e apunhala a criança Sepulchure com a Necrotic Sword of Doom, assim, o príncipe renegado pega o orbe supremo e sente toda a sua poderosa energia. Após isso, o imperador adverte que o fraco corpo de Drakath não aguentaria tal poder, mas o ex-príncipe o ignora e chama Fluffy para se fundir com ele, se tornando um dragão de pura escuridão e poder, que destrói a fortaleza. Em seguida, o (a) herói (ina) foge rapidamente e Sepulchure sai do local inconsciente com a ajuda de um esqueleto voador.Resultado de imagem para supreme orb dragonfable

Sepulchure criando o Orbe supremo em Dragonfable e em AdventureQuest Worlds, respectivamente


Resultado de imagem para sepulchure and ultimate orb aqwResultado de imagem para sepulchure vs dragon drakath

A traição de Drakath em DF e em AQW, respectivamente


Resultado de imagem para dragon drakath dragonfable

O Dragão Drakath destruindo a fortaleza de Sepulchure

Posteriormente, Sepulchure invoca inúmeros soldados esqueletos para atacar o (a) herói (na), enquanto o imperador luta contra o dragão das trevas, mas o (a) guerreiro (a) valente não fica para trás e luta contra o monstro também. Entretanto, os esforços de ambos para matar a besta são inúteis e, sem mais opções, eles formam uma aliança para matar Drakath.

Resultado de imagem para sepulchure injured dragonfable

Sepulchure ferido e ensanguentado (o sangue dele é verde, provavelmente por causa da censura da AE)


O imperador forma a aliança com seu maior inimigo

Por fim, o (a) guerreiro (a) do bem chama seu dragão e luta ao lado do Doomknight, que, após uma longa batalha, consegue desferir o golpe final na criatura de pura escuridão. Contudo, quando parecia ser o fim de toda aquela batalha, o Misterioso Estranho aparece dizendo que tudo ocorreu como ele havia planejado e depois absorve a espada de Sepulchure. Indignado, o imperador pergunta o que seu mestre estava fazendo ali, então a criatura de capuz diz que Sepulchure não era destinado a obter aquele poder, além de que o Doomknight não passava de um fantoche para ele. Assim, o Misterioso Estranho se funde com o Dragão Drakath e se torna SMUDD (Super-Mega-Ultra Dracolich das Trevas), depois a criatura suprema desfere um ataque direto em Sepulchure, que, com seu último suspiro, fala lamentando o nome de sua amada (com tais palavras, supõe-se que a busca por poder do imperador não era apenas para dominar Lore…. Era também para ressuscitar Lynaria).

Sepulchure prestes a finalizar Drakath


Misterioso Estranho prestes a absorver a espada de Sepulchure, que estava fincada em Drakath


Sepulchure lamentando sua morte com o nome de sua amada (dá até para sentir pena dele nesse estado)


Após a suposta morte de Sepulchure, o (a) herói (ina) batalha sozinho (a) contra a besta suprema, e, depois de uma longa batalha, o (a) guerreiro (a) valente consegue matar o Misterioso Estranho e trazer a paz de volta a Lore. No entanto, longe dali, uma pessoa observava o desfecho da batalha…. Era ninguém menos que Sepulchure, o qual estava com o manto de seu ex-mestre nas mãos, ele olhava satisfeito com a morte do traidor. Logo, depois disso, a Shadowscythe é completamente destruída e o ex-imperador some, deixando seu elmo para trás.

barra

Parte 3: O advento do emissário sagaz 

Resultado de imagem para lore map dragonfable

O mapa de Lore no livro 3 de Dragonfable

Após cinco anos, todos achavam que Sepulchure estava morto, porém o Doomknight se livra da armadura maldita e segue sua vida sem quase poder nenhum, o ex-imperador passa a morar em uma casa escondida, localizada em uma floresta profunda de Greenguard, lá ele vivia com sua filha. Logo, Sepulchure foi de encontro com a Fátima Bernardes civilização e passou a trabalhar para a Rosa, a qual era a organização anti-magia que havia dominado boa parte do continente. O ex-Doomknight se infiltra com sucesso e passa anos a serviço da Rosa, tudo isso só havia ocorrido, porque Sepulchure tinha adotado o nome de Amadeus e estava com uma aparência diferente.

Imagem relacionada

Os vários símbolos da Rosa


Manahunters, alguns dos integrantes da Rosa. Acima, um manahunter comum e um de elite, respectivamente


Resultado de imagem para amadeus dragonfable

Sepulchure disfarçado e com o nome de Amadeus

Então, Sepulchure se mostra habilidoso e muito inteligente, tendo em vista que ele sobe rapidamente na elite da Rosa, ocupando, assim, o cargo de emissário pessoal de Jaania, a líder da organização. Além disso, Amadeus (vou chamá-lo só assim para melhorar a imersão da história)  desempenha o papel de informar o que acontece em todas as regiões dominadas, além de cumprir missões especiais e comandar uma boa parte do exército da Rosa, perdendo em autoridade apenas para Akanthus (general que é segundo no comando da Rosa) e para a própria Jaania. Após um tempo, uma guerra contra o Barão Jaysun Valtrith, que ameaçava toda Lore, se iniciava, esse monstro era líder de uma organização que o tinha invocado, se tratavam dos cultistas negros, que adoravam as trevas e as Doom Weapons. Ademais, esses ”monges” do mal conseguiram reunir pedaços do manto do Misterioso Estranho para criar Caitiff, que mais tarde derrotaria Valtrith e assumiria o comando dos cultistas. Logo, a Rosa não poderia tolerar tal pertubação na ordem do continente, e então ela manda um pequeno exército para diversas regiões, focando suas forças em Swordhaven e mandando Amadeus para Falconreach, ajudando o (a) herói (ina) e seus amigos no processo.

Baron Valtrith

O Barão Jaysun Valtrith


Cultistas negros, um comum e um do alto escalão da organização, respectivamente


Resultado de imagem para Caitiff

Caitiff, o líder da organização dos cultistas após derrotar Valtrith


Entretanto, antes da batalha contra as forças de Caitiff começar, uma briga entre integrantes da Rosa, guardiões e cavaleiros pactonais estava preste a começar, sendo Rolith um dos responsáveis. Entretanto, o (a) herói (ina) consegue parar a contenda e Amadeus observa-o (a) com os olhos rubros de raiva. Em seguida, o emissário recupera a calma e faz o mesmo com seus soldados.

Amadeus liderando um grupo da Rosa em Falconreach, do outro lado Rolith e alguns heróis de Falconreach


 

O olhar de ódio de Amadeus em direção ao (à) herói (ina)


Logo, após isso, eles se preparam para lutar contra o verdadeiro inimigo e, durante o inverno negro, a batalha final se iniciava, nessa época, já haviam se passado alguns meses desde o início da guerra, porém os heróis e a Rosa conseguem derrotar os cultistas negros e seus monstros. Contudo, Caitiff havia corrompido o dragão do (a) herói (ina) com um amuleto do dragão amaldiçoado, e Amadeus chega instantes depois do (a) guerreiro (a) valente derrotar o líder dos cultistas, o emissário agradece (com hesitação) e diz que as Doom Weapons são um incômodo (afinal, ele acabou se arrependendo de portar uma). Então, Amadeus abre suas mão e imobiliza o dragão do (a) herói (ina) no ar, sugando, assim, toda a maldição para ele e curando a pequena criatura alada. Em seguida, o emissário diz para o (a) guerreiro (a) não falar nada sobre o que tinha ocorrido ali, já que isso poderia comprometer a identidade secreta de Amadeus.

O dragão do (a) herói (ina) corrompido por Caitiff


Amadeus curando o dragão (com isso, percebe-se que Sepulchure arrancou sua armadura do couro, literalmente)


Amadeus falando para o (a) herói (ina) não mencionar nada sobre a cura do dragão


”Você me deve isso…Herói (ina)”


Então, com Falconreach e o continente em paz, Amadeus volta para o castelo de Jaania, em Swordhaven, e continua seus trabalhos. Assim, o emissário desempenha suas tarefas com êxito, tal como o soldado perfeito, e continua sua vida ”normalmente”. Logo, Akanthus designa Amadeus para ser seu emissário secreto, uma vez que o general queria saber sobre as ações de Jaania a respeito da Fissura de Lore, a qual era uma fenda mágica localizada no continente oeste (que aparentemente tinha alguma ligação de origem com Akanthus). Então, Amadeus aceita a proposta do general e continua seus trabalhos, porém era evidente que o emissário planejava alguma coisa, já que ele espionava o (a) herói (ina) e seus aliados, e em algum momento, Amadeus se revelaria Sepulchure para realizar uma revanche e terminar, enfim, o seu plano secreto (o qual ainda não foi revelado).

Jaania e Akanthus (sim, ele parece da Legion, porque foi o próprio Dage que fez o visual dele)


Akanthus dizendo que não sabe e nem se importa com quem Amadeus realmente é 

barra

Parte 4: A morte e o retorno de Sepulchure

Resultado de imagem para aqw sepulchure castle

O castelo sobre o dracolich de Sepulchure, prestes a atacar Swordhaven

Após anos, no futuro alternativo de AQW, Sepulchure volta a portar sua espada e armadura de Doomknight, além de atacar Swordhaven novamente. Então, depois de matar vários cavaleiros pactonais, Sepulchure enfrenta Alteon e a segunda batalha entre eles se inicia. No entanto, Drakath interrompe a batalha, mandando o regente de Swordhaven para escanteio longe e matando o Doomknight, o campeão do caos arranca e destrói o espírito de Sepulchure. Assim, parte da aura do (novamente) imperador do mal sai do corpo dele e, aparentemente, some do mapa. Em seguida, Gravelyn, que acabava de se tornar a líder da Shadowscythe, jura vingança pela morte de seu pai, porém Drakath ignora a filha de Sepulchure e envia uma esfera de energia em direção a ela, matando, assim, o dragão esqueleto e derrubando o castelo da Shadowscythe bem longe. Logo, o ex-príncipe faz seu famoso discurso sobre os 13 lordes do caos para o (a) herói (ina) de AQW e vai embora. Após alguns dias, o (a) guerreiro (a) ajuda o Rei Alteon a fazer uma trégua com Gravelyn, dessa forma, eles se juntam para derrotar as forças do caos.

Imagem relacionada

Sepulchure desferindo um golpe poderoso em Alteon


Resultado de imagem para alteon vs sepulchure

Drakath retirando o capeta o espírito de Sepulchure

Depois de meses, após a queda do campeão do caos, o espírito de Sepulchure consegue se reunir pouco a pouco, e então Gravelyn percebe a presença de seu pai. Logo, a imperatriz reuni vários necromantes e procura capturar Akriloth, no monte ShadowFlame, a fim de ressuscitar Sepulchure no corpo do dragão. No entanto, tanto as forças do bem e da Rainha dos monstros não permitiriam o retorno do Doomknight facilmente, e por isso uma guerra para impedir tal fato começou entre os três lados. Logo, depois de uma longa batalha, a Shadowscythe consegue ressuscitar o Doomknight no corpo da criatura alada e obtém o controle de vários dragões, porém Akriloth não se rende facilmente e começa uma luta pelo domínio de seu próprio corpo.

Resultado de imagem para o retorno de sepulchure aqw

O espírito de Sepulchure se reunindo


Sepulchure entrando no corpo de Akriloth


Então, a Rainha dos Monstros observa o Doomknight no corpo do dragão e, tendo interesse no espírito de Sepulchure, mata a besta facilmente, sugando o espírito do (ex novamente) imperador da Shadowscythe. Em seguida, o Doomknight tenta resistir à influência da rainha e, por fim,  acaba cedendo ao poder da mãe dos monstros, ficando no domínio da criatura maldita. Contudo, parte do espírito de Sepulchure escapa e consegue se instalar na Lâmina Maldita de Gravelyn, fazendo-o uma espécie de conselheiro e ajudante pessoal de sua filha.

A Rainha dos monstros dominando o espírito de Sepulchure


O espírito do Doomknight cedendo ao incrível poder da rainha


Parte do espírito de Sepulchure dentro de uma DoomBlade

barra

Parte Final: O guerreiro que não se rende a morte

A reunião dos vilões em Throne of Darkness

Após mais alguns meses, uma reunião com vários vilões de Lore ocorre, e então é revelado que o anfitrião de tudo aquilo é o (a) herói (ina), que estava precisando de ajuda para combater um poderoso inimigo que iria retornar a Lore. Logo, a mesa falante da reunião, Plank, conta sobre o guerreiro que estava voltando para aterrorizar a terra, o qual também era o sujeito que tinha levado Plank para a loja de horrores (que pertencia à Misteriosa Figura, antes de ser derrotada pelo [a] herói [ina] e ser substituída por ele [a]). Em seguida, por meio de um elmo, revela-se que o tal guerreiro era Sepulchure. Por fim, a mesa falante faz a seguinte indagação: O que é um morto vivo?

Nunca pode morrer, nunca morre, nunca morre…

barra

Bom, é isso jovens. Devo dizer que essa história foi mais longa que a última, mas foi um trabalho bem satisfatório de se fazer. Ademais, como há muita coisa pra ser revelada acerca da vida do Sepulchure, essa história poderá ser alongada posteriormente, porém eu os avisarei quando isso ocorrer. Então, Gostaram da história? O que acharam das reviravoltas na vida do Doomknight? Qual personagem você espera que ganhe uma história aqui? Comentem aí para nós do blog. Desejo a todos um bom dia! Até logo mais!

30 comentários sobre “O Novo Cordel de Lore #2: A história de Sepulchure

  1. Hmmm, bom post. Sobre a volta do Seppy, seria bem decepcionante, o personagem já morreu, bola pra frente. Fico triste toda vez que tentam renascer esse personagem no AQWverse pra estragá-lo. xD. Enfim, bom que o cordel voltou.

    • Na verdade, boa parte dos jogadores querem a ressurreição de Sepulchure, enquanto outra parte já está cansada dele retornar e acabar morrendo, ou mesmo ter um papel minoritário na história. No Dragonfable, o Doomknight (provavelmente) terá maior sorte, visto que sua história está mais interessante do que nunca, e muitos esperam o desfecho dela. Obrigado jovem.

  2. muito boa a qualidade do post, alem disso isso mostra o quao boa a lore é muito bem feita pode ter seus defeitos mas nao tira o merito

    • De fato, as histórias de muitos personagens da AE são ricas e interessantes. Pena que a empresa não explora ainda mais alguns deles e acaba se esquecendo de outros. Só o Sepulchure tem uma história muito rica, tal qual o Alteon, mas ainda há muita coisa pra ser revelada a respeito dele. Obrigado.

  3. 1 – Muito bom trabalho
    2 – Obrigado Amadeus por ter salvado meu dragão.
    3 – Mas deixem o Sepulchure morto morto apresuntado mesmo pelo amor de Morgan Freeman!
    4 – Dúvida: Quem é a mãe da Princesa Tara?

    • 1 – Obrigado.
      2 – Agradeça, mas não seja tão legal. Afinal, ele ainda quer te matar.
      3 – Sepulchure no AQW, na minha opinião, já está forçado. No livro 3 de Dragonfable, talvez ele seja o grande inimigo de fato. Dessa forma, o Doomknight finalmente poderá mostrar seu verdadeiro potencial como vilão.
      4 – Tara Alteon é na verdade um grande furo da história que a AE criou no AQW. Teoricamente ele seria filha da Lynaria, mas como a idade não bate, ela deve ser filha do rei com outra mulher. Além disso, no Dragonfable, a Tara não existe, apenas a Brittany e a Victoria, só pra você ter uma ideia de quão problemática é a existência dela no universo AE.

  4. trabalho muitissimo bem executado, que pena que a AE faz lores tão bacanas, mas a mecânica de releases continua a terrivel mate x monstros, clique em x setas e etc…

  5. Seppy seria um Kuririn da AE? Útil no começo da história e facilmente deixado de lado nos dias atuais? Bom, curti muito ler as duas histórias, mas vou ficar no aguardo e na ansiosidade da narração do meu personagem preferido (se é que já não existe). Excelente post.

    • Na verdade, o Kuririn da AE seria o Vordred, uma vez que cada aparição que ele faz tem menos relevância, sem falar que o Vordred sempre é morto por alguém, exceção no último evento que ele participou. Muito Obrigado.

  6. *Talvez a próxima parte da história do AQW seja a ressureição de Sepulchure versão Queen of Monsters, pois quando fui ver a DN sobre a camiseta do Sepulchure falaram que mais tarde neste ano teremos como farmar o helm do Sepulchure.Então tive que a brilhante conclusão que veremos o Doomknight do lado da Queen em breve.
    Só me resta uma pergunta: e quem tem o boneco do Sepulchure já tem o helm ent como ele será?

    • Sim, a próxima vez que Sepulchure aparecer será ao lado da Queen contra a vontade dele. Em relação de como ele vai vir, aí já não sei, mas pode se especular muita coisa. Aliás, desculpe pela demora da resposta.

  7. 00:30 , lá estava eu , sem sono. Quando percebi já era 1:30 e eu ainda estava lendo e relendo essa maravilha!
    Muito bom post!

    • Obrigado jovem. Posteriormente, esse e os outros Cordéis disponíveis serão atualizados com muita coisa, isso enriquecerá a leitura, fique no aguardo.

Deixe-nos saber sua opinião. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.