Saiba mais sobre o Talk Like a Pirate Day!

Cartoleta

Ahoy, marujos! Todos nós sabemos que nos próximos dias estaremos passando pelo super-hiper-mega-famoso evento do TLaPD, mas… o que é Talk Like a Pirate Day? Bom, eu também não sabia ao certo. Fui traduzir as últimas Design Notes, pois estava sem muita coisa pra fazer, e achei que, já que esse evento era tão conhecido, devia ter algo bem mais “místico” por trás. Então, fui pesquisar no fundo da Deep Web de onde veio esse feriado mundialmente conhecido, e achei também algumas dicas para você que acha que sua participação nesse evento pode ser maior do que simplesmente gastar 1100 AC’s numa armor. Já que é pra celebrar os piratas, por que não fazer direito? Continuem lendo, seus cães sarnentos dos mares!

Como começou?

Dia 19 de setembro é comemorado o TLaPD, traduzido para português como o Dia de Falar como um Pirata. O “feriado” foi criado em 1995 e, segundo seus inventores, Ol’ Chumbucket (John Baur) e Cap’n Slappy (Mark Summers) é a data em que todo mundo deve adotar o vocabulário típico de um pirata. Até porque, é o único dia que você pode fazer isso sem parecer maluco. Segundo eles, tudo começou em uma partida de raquetebol em que um dos dois, ao levar uma bolada, gritou “Arrrrrrr”. Nada a ver, né?

Bom, essa partida histórica ocorreu num dia 6 de junho, mas eles resolveram colocar o feriado no dia 19 de setembro, por ser o dia do aniversário da ex-mulher de Mark. Ele não tinha nenhuma intenção de homenageá-la, apenas julgou que seria uma data mais fácil de lembrar. HAHA

E daí? Quem liga para esses caras?

Bom, o feriado só se popularizou em 2002, quando os dois amigos enviaram uma carta falando sobre isso ao escritor Dave Barry, que possuía uma coluna de humor no jornal The Miami Herald. Barry gostou da ideia e promoveu o dia, que hoje é comemorado internacionalmente.

Atualmente, Baur e Summers vendem livros e camisetas em um site dedicado ao tema, e são co-autores de um livro chamado Pirattitude.

Ok, e como é esse negocio de falar como pirata?

A brincadeira foi inicialmente planejada no inglês, sendo assim mais fácil de fazer na gringa. Para nós, brasileiros, falar Piratês é meio complicado, mas não fique triste. Vou te dar umas dicas.

Se você é manjão do inglês e gostaria de participar da forma mais louca o possível dessa brincadeira enquanto aproveita para esnobar seus amigos que não são tão fluentes como você, presta atenção que é bem simples, pois não existem regras gramaticais exatas. Tire o máximo de letras “g” e “v” das palavras, falando “fightin”, “sailin”, “ne’er” e “e’er”. Tipo isso.

Piratas também estão presentes nos animes! XD

Mas… e do jeito BR?

Aqui no Brasil, nós adotamos algumas regras diferentes. Não são regras gramaticais como é no inglês; aqui nós incorporamos piratas mesmo! Bom, eu separei algumas dicas para você, aspirante a marujo, que gostaria de celebrar este dia conosco.

Quem lembra? XD

1. Use jargões de pirata. Soar como um pirata não é difícil. Existem muitas ferramentas brilhantes para adquirir os jargões de pirata, incluindo dicionários online e aplicativos de iPhone. Use-os.

  • Tente demonstrar sua atitude de cachorro do mar com a interpretação. Não existe um pirata convincente tímido.
  • Evite usar epítetos modernos (palavrões). É muito mais divertido (e carinhoso ao ouvido das crianças) usar “gírias de pirata” em vez de palavras feias, ou aprender modos inteiramente criativos de dizer a mesma coisa. Por exemplo, em vez de dizer que alguém cheira a fezes de cachorro, diga: “Você cheira como se andasse nadando há anos em uma fossa!”.

2. Murmure ininteligivelmente quando não estiver gritando. Ser um pirata significa estar sempre bêbado até certo ponto. Muitas vezes, os piratas estavam tortos. Ah, e nos próximos passos, o termo “Sim senhor” é traduzido como “Isso está correto”. Entendeu? Aye, é melhor que sim se tu não quiser andar na prancha, seu ladrãozinho pustulante e grotesco.

3. Refira-se a você mesmo como “mim” o tempo tudo, e evite o “Eu”. Não é piraticamente correto dizer: “Eu tenho um resfriado”. É muito melhor um pirata declarar: “Consegui pra mim um belo problema de espirros, sim senhor!”.

  • Mais importantemente, substitua “meu” por “mim” quando puder. Por exemplo, não diga: “Olhe pra minha nova espada”, diga: “Admire a nova espada que pertence a mim!”.

4. Nunca, jamais, use “você” ou “seu”. Em vez disso, use a forma pirática, “Tu”, “cê”, para todas as formas de se comunicar com os outros. “Tu, rato peludo, restos do oceano”, ou “Aqui tá teu almoço, sua barata podre”. Note que você sempre tem de dar um apelido insultante à pessoa, normalmente envolvendo um animal, um criminoso ou um odor nojento.

5. Resmungue tudo de uma vez só. Dizer “Eu e os garotos saímos para um agradável dia na lagoa” parece algo que seria ouvido no clube dos riquinhos mimados, e não nos domínios dos piratas. O único Dave Jones que eles conhecem é o do Monkees!

  • Tente dizer: “Eu e estes remelentos sacos de pulgas arrastamos nossos traseiros até o navio para nos aventurAAAAARRRRRRRRRRRmos! Nós quase humilhamos a Connie Maluca por ter nos deixado comendo a poeira do oceano!” Esqueça a letra G e use contrações sempre que possível. Certifique-se de terminar a frase com “ARRRRRR!”.

Eles também estão nos jogos! lol

Não entendi nada!

Bom, então eu tenho um dicionário pirata para ajudar-vos.

  • Ahoy! – “Olá!”
  • ARRRRRRR! – Isso normalmente é confundido com “arrrgh”, que é, claro, o som que você faz quando se senta numa tachinha. “Arrrrrrr!”, como “Aloha”, significa uma variação de “sim”, “concordo”, “Estou feliz”, “Estou adorando esta cerveja”, “Meu time vai ganhar tudo”, “Vi você na televisão, e foi uma bosta!” e “Essa foi uma observação interessante”. Existe uma miríade de possibilidades para o Arrr!
  • Amores ou Camaradas – Colegas ou amigos.
  • Aye! – “Sim!”
  • Aye aye! – “Eu compreendo o que você disse e atenderei ao seu pedido!”
  • Baderneira – Um nome para mulheres. Não é educado, mas também não é rude.
  • Verme – (ou verme da terra) O Verme é um pobre marujo, e um verme da terra é um marujo excepcionalmente ignorante. Num lugar onde todos estejam conversando como piratas, o verme é sempre um insulto.

Agora, leia os procedimentos novamente e você estará pronto para participar da brincadeira, Cão sarnento!

Essa é a logo do TLaPD!

Agora, o mais importante:

Amigos! Sim, camaradas! Sem amigos para brincar com você por aí, você vai deixar de ser um Pirata bêbado para parecer apenas um bêbado! Aqui no Brasil a brincadeira ainda não é muito popular, então cuidado ao sair por aí sozinho vestido de pirata gritando “Arrrrrrrrrr“!

Lembre-se: um pirata não é nada sem uma tripulação!

E como isso chegou ao AQW?

Bom, a primeira Naval Commander chegou ao AQW em 2009, num Quibble. Era véspera de 19 de setembro, então a AE resolveu lançar um Quibble com o tema Piratas. Nele vieram três armors e seus sets: a Pirate Captain, a Rotting Naval Commander e a famosa Naval Commander. Devido ao sucesso que fez na época, todo ano esse shop volta ao jogo, mas trazendo novas versões da Naval Commander e da Pirate Captain, baseadas em temáticas do jogo.

“Navais” deste ano.

Alguma outro jogo celebra esse feriado?

Que eu saiba o World of Warcraft também traz um evento especial no Talk Like a Pirate Day, mas o Facebook também traz uma homenagem bem divertida para o feriado. Se você for lá nas configurações de linguagem da sua conta, verá uma opção “inglês pirata”. É bastante engraçado nos primeiros momentos, que você tenta explorar todas as funções do Facebook para ver as variações na linguagem, mas depois enjoa mesmo. Recomendo testarem.

Minhas fontes!

É claro que eu não fiz isso tudo sozinho. Pesquisei bastante (o domingo todo), li vários artigos e textos da gringa e alguns de brasileiros, então vou deixar aqui os créditos dos que eu lembro. E aprendam, jovens: nunca copiem nada de ninguém. Se for se basear em textos ou fazer citações de alguém, SEMPRE coloquem a sua fonte. Isso serve também para trabalhos de escola. Mesmo que seu professor diga “PLÁGIOS DA INTERNET NÃO SERÃO ACEITOS”, se você copia uma parte de um texto de alguém e coloca a fonte, você tem como dizer “apenas fiz referência ao texto de fulano. Sou tão honesto que até a fonte coloquei, professor!”. Acreditem, funciona. Bom, as minhas fontes foram:

Aqui o artigo completo daquele “guia de como falar como um pirata”. Se você quer se aprofundar mais ainda (e se divertir um pouco mais), clique AQUI.

Não lembro as outras, mas teve uns sites relacionados à uol, eu vi uns artigos na wikipédia e tem umas revistas minhas também.

barra4

Então é isso, pessoal. Fim de post. Eu tava sem muita coisa pra fazer mentira, então resolvi pesquisar sobre isso, e trouxe pra vocês. Se você gostou do post, não esquece de curtir/comentar aí embaixo! Se você não gostou, dá um like só por pena, pois esse post foi imensamente difícil de fazer. Não difícil, foi só… demorado. Bom, estou brincando; se você não gostou, avalia mas não esquece de comentar para que eu possa melhorar em posts futuros! Fiquem com Deus e tudo de melhor SEMPRE. Agora fiquem com uma musica pirata para seguir com a temática:

49 comentários sobre “Saiba mais sobre o Talk Like a Pirate Day!

    • Eu li tudo, se 99% das pessoas terem lido eu quero o charuto pra mim, vai servir com um escravo e irá lavar a louça, limpar a casa, ir as compras(você vai ter de mendigar dinheiro para pagar por conta própria a comida que ira ME pertencer…), e faria outras coisas a mais, como vencer o Usain Bolt numa corrida, ficar num trilho de trem pra ser atropelado por um só pra mim saber como é, e sei lá… colocar ele numa briga com um lutador de sumô só pra ver o que acontece…

    • eu li tudo, post bom com 1000 palavras passa rapido, agora post curto que o SER HUMANO poe tudo que vem na cabeça dele sem se importar com conteudo eu nem leio

  1. Magnifíco Narkay, um conteúdo rico não só envolvendo AQW e sim um todo.
    Parabéns, não sei expressar as palavras corretas para demonstrar como esse post está incrível,tanto em conteúdo quanto em organização.
    Um moderador de qualidade digno assim como tantos outros da equipe AQWCangaceiros, são post’s assim que me motiva a acessar este blog e a continuar a jogar Adventure Quest World, realmente me surpreendeu com algo que sempre esteve ai e ninguém sequer viu,nem mesmo eu. rsrs
    Continue assim equipe.

  2. Vocês estão prontas crianças?
    -Estamos capitão!
    Eu não ouvi direito
    -Estamos Capitão!
    Ohhhh vive em uma abacaxi e mora no mar…

Deixe-nos saber sua opinião. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.